PAD realiza centenas de atendimentos no município

Atendimentos nas dependências da Igrejona

 

 

Por Cléber Sabino - Ascom-PMVP
E-mail: comunicacao@vilapavao.es.gov.br, tel: (27) 99962-1857 

 

Na passagem pelo município, no último fim de semana, dias 9 e 10/10, os profissionais do Programa de Atendimento Dermatológico (PAD) realizaram 229 consultas, 964 crioterapias e 108 cirurgias.

O PAD é responsável por rastrear o câncer de pele em pessoas do interior do Espírito Santo.

O trabalho é realizado por professores, técnicos e discentes dos cursos de medicina e enfermagem em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, a Associação Albergue Martim Lutero, Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, paróquia local da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e voluntários.

Devido à pandemia do coronavirus, este ano algumas mudanças foram implementadas, entre elas, os agendamentos que foram feitos previamente através do Centro de Saúde do município, enfermeiras das áreas e pelos Agentes Comunitários de Saúde.

Após a realização do agendamento, os pacientes passaram por uma avaliação com o objetivo de priorizar possíveis lesões que podem ocasionar o câncer de pele.

Recorde no número de atendimentos

Este ano o município bateu o recorde de atendimentos e cirurgias. Isso é explicado pelo fato do ano passado o programa ter sido interrompido em razão da pandemia.

Essa interrupção, segundo a coordenadora administrativa do programa, Vera Lúcia Dttmann Jarske, fez com que o número de lesões cancerígenas aumentasse muito na população. – Como a população do interior tem como principal referência o programa, infelizmente o quantitativo de lesões foi superior aos anos anteriores com o quadro de alguns pacientes tendo piorado inclusive. Nós vimos isso em idosos, jovens e até em algumas criançasque em muitos casos apresentaram mais de uma lesão, e isso é muito triste porque vai piorando de ano para ano, se não for tratado, contou.

A coordenadora elogiou o trabalho de triagem realizado pelos profissionais de saúde do município.  – Eles fizeram uma triagem muito eficiente. Foram direto ao foco da doença e praticamente 90% dos pacientes que foram direcionados ao programa passaram por procedimentos, por crioterapias, por cirurgias, ou consultados e medicados.     

Um centro cirúrgico todo ano é montado no interior da “Igrejona”, onde são realizadas pequenas cirurgias sempre que alguma lesão de pele no paciente é detectada. Os casos mais graves são encaminhados a hospital na Grande Vitória.

O PAD conta com uma estrutura composta de muitos profissionais qualificados e experientes. Integraram a equipe, cirurgiões plásticos, além de uma equipe de 40 acadêmicos de medicina,  enfermeiros, e motoristas que transportam o grupo e os equipamentos.

O programa completou neste ano 34 anos de atividade. Todo mês atende em uma cidade diferente.  São 11 municípios parceiros:  Afonso Cláudio, Baixo Guandu, Itarana, Itaguaçu, Santa Maria de Jetibá, Laranja da Terra, Domingos Martins, Vila Valério, Pancas, São Gabriel da Palha e Vila Pavão, cidades que concentram as maiores comunidades de descendentes de europeus, onde predomina pessoas de pele clara, comprovadamente, os mais vulneráveis ao câncer de pele

Data de Publicação: terça-feira, 12 de outubro de 2021

Copyright © 2021 Prefeitura Municipal de Vila Pavão. Todos os direitos reservados.

Logo da Ágape Consultoria