Servidores da educação recebem capacitação em manipulação de alimentos

Publicado em 8 de março de 2019

Capacitação em manipulação de alimentos com os servidores da secretaria de Educação

 

A prefeitura de Vila Pavão, através da Secretaria de Educação (SEMED), promoveu na tarde última quinta-feira (7), o I Treinamento para Manipuladores de Alimentos, direcionado a todos os Auxiliares de Serviços Gerais (ASG) ligados à Secretaria.

O treinamento foi realizado no auditório da EMEF Esther da Costa Santos e ministrado pela nutricionista responsável técnico da Alimentação Escolar, Rahyza Valbusa Cheibub, com o apoio da equipe SEMED em, especial da Secretária Municipal de Educação,  Arlete Ramlow de Souza, que não mediu esforços para que o evento ocorresse.

No treinamento foram debatidos temas essenciais para a adequada e higiênica manipulação de alimentos, referenciados na RDC 216 (Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação). Dentre os assuntos abordados estavam: Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs); higiene pessoal e do manipulador de alimentos; higiene da cozinha e dos utensílios, higienização dos alimentos; cuidados e etapas do descongelamento seguro de alimentos; organização e higiene de geladeiras, freezers e estoques secos; armazenamento e controle quanto a data de validade dos alimentos.

A tarde foi bem descontraída e todos os participantes puderam levar para casa um livro de receitas relacionado ao aproveitamento integral dos alimentos. O livro continha em média 20 receitas, dentre elas, doces e salgados, todas selecionadas pela nutricionista que fez questão de colocar receitas com os ingredientes que a Alimentação Escolar e que a Agricultura Familiar do município fornecem. Além do livro de receitas, os participantes tiveram a oportunidade de provar e aprovar duas das receitas que levariam para casa, posteriormente: o bolo de Casca de Banana e o Sal de Ervas e, ao final, ainda receberam uma linda homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Entre as práticas ensinadas, podemos destacar, a elaboração do sal de ervas,  para agregar valor nutricional ao sal de cozinha e ao mesmo tempo,  reduzir o seu consumo. “O sal de ervas é um sal que leva sal comum de cozinha em menor quantidade e várias ervas desidratadas comuns nas hortas da região como, por exemplo: alecrim, manjericão, salsa. Essas especiarias quando unidas ao sal, agregam sabor, aroma e mais saúde, pois elas são medicinais. O sal de ervas é para ser utilizado em substituição do sal comum de cozinha. Com isso, haverá menor consumo do sal, já que durante o preparo do sal de ervas, é adicionado bem menos sal e mais ervas secas, o que de forma, indireta, irá  prevenir o surgimento de diversas doenças ligadas ao alto consumo de sal, como, por exemplo, a hipertensão arterial e, ainda, estimular o cultivo de hortas nas escolas”, pontuou Rahyza .

Esse encontro para nós foi um grande bate-papo, onde todos que estiveram ali puderam somar conhecimentos. Foi bem descontraído com dinâmicas que arrancaram gargalhadas. A intenção de presentear os participantes desse treinamento com um livro de receitas ligado ao aproveitamento integral dos alimentos, foi estimular à escola ao menor desperdício de alimentos e mostrar para as ASGs que preparam a alimentação escolar, que sim, podemos aumentar o valor nutricional da nossa merenda já que, há estudos que apontam que as partes descartadas dos alimentos como cascas e talos, podem conter, muitas vezes, mais nutrientes do que a polpa de comum consumo pela população”, completou a nutricionista.

Num outro momento, as mulheres foram homenageadas com rosas e uma linda mensagem, uma forma simples, porém carinhosa de reconhecer a dedicação,  carinho e amor ao trabalho.


  VOLTAR
  IMPRIMIR
  PAGINA INICIAL
COMPARTILHE ESTA PÁGINA:

FAÇA SEU COMENTÁRIO

intranet

Rua Travessa Pavão, nº 80, Centro, 29.843-000 - (27) 3753-1001 / (27) 3753-1196 / (27) 3753-1195 / (27) 3753-1022
Horário de Expediente: Seg - Qui, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 17:00 | Sex, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00