Luteranos comemoram 500 anos da Reforma Protestante

Publicado em 25 de outubro de 2017

Comemoração dos 500 anos da Reforma Luterana no Ginásio de Esportes Anastácio Cassaro, de São Gabriel da Palha

Há 500 anos, a Reforma Luterana (Reforma Protestante) causou uma revolução social e política na Alemanha, e suas consequências difundiram-se no mundo através da arte, cultura, educação, ciência, mas, principalmente, no processo de consciência individual. Martinho Lutero é uma figura central da Reforma. Em outubro de 1517, o jovem monge, teólogo e professor enviou ao seu bispo 95 teses sobre questões teológicas que desejava debater abertamente, em Wittenberg, Alemanha, criticando determinadas práticas abusivas promovidas pela ou em nome da Igreja. Lutero questionava, principalmente, o comércio de indulgências por membros do clero. O impacto das teses foi imediato, causando uma revolução religiosa, iniciada na Alemanha, que se estendeu pela Suíça, França, Países Baixos, Reino Unido, Escandinávia e algumas partes do Leste Europeu, principalmente os Países Bálticos e a Hungria. Abalou as estruturas do catolicismo, originou o protestantismo e contribuiu para o nascimento de outras religiões.

Os 500 anos da Reforma Luterana foram comemorados pelos luteranos do Diesnorte (Distrito Espírito Santo Norte), no último sábado, dia 21, no Ginásio de Esportes Anastácio Cassaro, de São Gabriel da Palha.

O Diesnorte é composto por paróquias de Barra de São Francisco, Vila Pavão, Boa Esperança, Vila Valério, São Gabriel da Palha, Nova Venécia, São Mateus, Jaguaré, Teixeira de Freitas e Eunápolis, na Bahia.  O evento reuniu cerca de duas mil pessoas.

No culto, três pregadores, reverendos Cristian Dolvitsch (Sola Scriptura), de Vila Valério, Emerson Linause (Sola Fide), de Vila Pavão e Alçamar Prando (Sola Gratia), de São Gabriel. Além disso, a liturgia do dia foi conduzida por diversos pastores do Distrito, incluindo, Jarbas Hoffimann, que é pastor da Congregação Castelo Forte, no Bairro Bela Vista, em Nova Venécia.

“O culto foi memorável e marcará para sempre a história do luteranismo de nossa região. Muitos já pedem que o evento se repita anualmente. Pois foi com muita alegria que todos puderam testemunhar o que Lutero sempre quis: “Somente pela graça de Deus, por meio da fé, firmados na escritura” é que se tem a salvação em Cristo Jesus”, diz o pastor Jarbas.

Durante programação, foi formado um coral, composto pelos corais das paróquias, com cerca de 300 vozes, regido por dois jovens regentes, o Adriano Igor Patrocino, de São Gabriel da Palha e Eliézer Joann, de Vila Pavão. Entre os hinos cantados, “Castelo Forte”, escrito pelo próprio Martinho Lutero. Também, o dia foi contemplado com a participação da Banda Novo Ser, e do grupo de dança Litúrgica “El Shaday”, ambos de São Gabriel.


  VOLTAR
  IMPRIMIR
  PAGINA INICIAL
COMPARTILHE ESTA PÁGINA:

FAÇA SEU COMENTÁRIO

intranet

Rua Travessa Pavão, nº 80, Centro, 29.843-000 - (27) 3753-1001 / (27) 3753-1196 / (27) 3753-1195 / (27) 3753-1022
Horário de Expediente: Seg - Qui, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 17:00 | Sex, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00