Conheça um pouco da história de Vila Pavão

Publicado em 29 de dezembro de 2015

Um pedaço de tábua na parte interna do lábio inferior. Essa era a característica marcante dos índios Botocudos, nativos habitantes do município que hoje é conhecido como Vila Pavão. Esses nativos viveram tranquilamente aqui, até serem expulsos pelos brancos.

A construção da ponte sobre o Rio Doce, em Colatina, e a abertura da estrada que liga Nova Venécia a Vila Pavão, em 1940, foram as obras que desencadearam o povoamento e a colonização do município. Os tropeiros e caminhoneiros faziam divulgação “das terras quentes” aos imigrantes pomeranos e italianos no Sul do Estado e nas regiões de limite com Minas Gerais. Foi isso que atraiu grande número de descendentes pomeranos e alguns italianos para o local.

A Pomerânia era uma das 38 províncias pertencentes à antiga Prússia. Com a Segunda Guerra Mundial, foi riscada do mapa e seu território anexado à Polônia.

 

O município de Vila Pavão foi emancipado de Nova Venécia no dia 01 de julho de 1990 (dia do plebiscito, também considerado o “Dia da Cidade”). O município foi colonizado na década de 1920 por caboclos que fugiam da seca do sertão, madeireiros e depois de 1940, quando chegaram algumas famílias de descendência afro, italianas e a maioria pomerana. O nome “Vila Pavão” foi colocado por tropeiros que pernoitavam na única casa do “pavão” existente na encruzilhada onde hoje fica o centro da cidade, que tinha em sua varanda o desenho dessa ave.

Vila Pavão tem hoje mais de 9.000 habitantes, dos quais 78% residem na zona rural, dando destaque à sua agricultura familiar, com lindas elevações de granito denominadas “pedras”, que fazem da região uma das mais lindas do Brasil. Granito que também faz de Vila Pavão uma das maiores jazidas deste produto no Brasil.

 


  VOLTAR
  IMPRIMIR
  PAGINA INICIAL
COMPARTILHE ESTA PÁGINA:

FAÇA SEU COMENTÁRIO

intranet

Rua Travessa Pavão, nº 80, Centro, 29.843-000 - (27) 3753-1001 / (27) 3753-1196 / (27) 3753-1195 / (27) 3753-1022
Horário de Expediente: Seg - Qui, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 17:00 | Sex, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00