Cresce o interesse de estudantes da região pela Medicina Natural Preventiva

Publicado em 5 de julho de 2017
Turma do 2º ano da Escola Família Agrícola de Chapadinha de Nova Venécia em visita ao Projeto em Medicina Natural Preventiva de Vila Pavão, localizado no pátio da Igreja Evangélica de Confissão Luterana (Igrejona)

Turma do 2º ano da Escola Família Agrícola de Chapadinha de Nova Venécia em visita ao Projeto em Medicina Natural Preventiva de Vila Pavão, localizado no pátio da Igreja Evangélica de Confissão Luterana (Igrejona)

O interesse dos estudantes das escolas da região pelo assunto Medicina Natural Preventiva tem aumento nos últimos anos, avalia a terapeuta holística, Genilza de Fátima Matiello do Departamento de Saúde Natural Preventivo, vinculado à Secretaria de Saúde de Vila Pavão.

Genilza diz isso porque vê crescer o número de visitas de estudantes ao Espaço Terapêutico e à Horta Medicinal de Vila Pavão, situados em terreno da Igreja de Evangélica de Confissão Luterana (IECLB.

Ela destaca que a questão da Saúde Natural Preventiva, nos últimos anos, tem estado mais presente no cotidiano das pessoas, propiciando uma nova visão do mundo em que vivemos, e essa conscientização vem sendo despertada cada vez mais cedo, no ambiente escolar e nas ações de educação.

“Sente-se que há interesse de aprender cada vez mais sobre as plantas medicinais que curam, e esse interesse está ligado ao trabalho que as escolas estão desenvolvendo com os alunos. Já há algum tempo, elas estão dando importância ao assunto, com algumas boas iniciativas, divulgando, estudando e visitando a horta de plantas medicinais no nosso município”, afirma.

Para a terapeuta é importante estimular o aluno a olhar ao seu redor, ensinando que ele é parte integrante do meio, e oferecendo possibilidade de entender e interagir como o meio em que habita. “Na verdade, a comunidade escolar é multiplicadora destes conhecimentos e resgate da sabedoria popular, atuando no sentido de conscientizar as futuras gerações”, completa.

Durante a visita, os alunos têm a possibilidade de conhecer o espaço terapêutico onde são processados os produtos fitoterápicos e a horta com cerca de 120 espécies de plantas com princípios terapêuticos reconhecidos cientificamente.

Nas visitas,  alunos, professores e diretores, trocam experiências. As mudas das plantas medicinais são muito requisitadas para serem cultivadas nas escolas e residências.


  VOLTAR
  IMPRIMIR
  PAGINA INICIAL
COMPARTILHE ESTA PÁGINA:

FAÇA SEU COMENTÁRIO

intranet

Rua Travessa Pavão, nº 80, Centro, 29.843-000 - (27) 3753-1001 / (27) 3753-1196 / (27) 3753-1195 / (27) 3753-1022
Horário de Expediente: Seg - Qui, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 17:00 | Sex, 07:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00